quinta-feira, 31 de março de 2016

Caixa de bombons

REFERÊNCIA: “Quando uma tentação vier, Deus dará forças a vocês para suportá-
la, e assim vocês poderão sair dela” (1 Coríntios 10:13, NTLH; ver também
Jó 39:13-18).

OBJETIVO: Resistir à tentação.

MATERIAIS: uma caixa atraente com tampa; imagem de uma avestruz ou ema; ovos.

INTRODUÇÃO:
Era o aniversário de sua irmã e Emanuel observou quando ela apagou as
velinhas do bolo, viu-a recebendo os presentes... e quando foram servidos os
doces, sua irmã passou pelos convidados, permitindo a cada um que escolhesse
um bombom na caixa. Emanuel escolheu um bombom embalado em papel
brilhante. Mmmm, que delícia! Então a menina deixou a caixa com bombons
sobre a mesa. Sorrateiramente, Emanuel se aproximou da mesa, e ficou diante
da “famosa” caixa. Ficou ali olhando para os bombons, e neste momento a mamãe
lhe disse: “Emanuel, você não pode comer outro bombom”. Como resistir
e não comer mais um bombom?

DESENVOLVIMENTO:
Vocês conhecem os avestruzes? São as maiores aves, não voam, mas são
muito velozes quando correm. O macho constrói o ninho no solo, e a fêmea põe
de 10 a 15 ovos. Logo ela deixa o ninho e vem outra fêmea e põe outros ovos
ali. Isso ocorre até que cinco fêmeas botam seus ovos no mesmo ninho. À noite,
o macho cuida do ninho e, durante o dia, as fêmeas se revezam para chocar os
ovoes. Como cada fêmea sabe quais são seus ovos? Como podem sair e deixar
seus ovinhos sozinhos no ninho? Há uma explicação: O ninho é compartilhado
e a vigilância também. Os avestruzes cuidam de seu maior tesouro – o ninho.

REFLEXÃO:
Há muitos alimentos deliciosos dos quais gostamos muito, mas que não são
bons para o nosso corpo. Nossa mamãe não pode estar o dia todo nos dizendo:
“Não, você não pode comer mais!” A mamãe vigia, cuida e está perto de vocês,
mas vocês devem resistir à tentação pedindo a ajuda de Deus a fim de que possam
crescer com saúde e felizes. “Quando uma tentação vier, Deus dará forças
a vocês para suportá-la, e assim vocês poderão sair dela” (1 Coríntios 10:13).

VALORES: Resistência; domínio próprio.






sexta-feira, 25 de março de 2016

Somos folhas de papel

REFERÊNCIA: “Por isso quem crê no Filho tem a vida eterna” (João 3:36,
NTLH; ver também João 19).

OBJETIVO: Crer em Jesus.

MATERIAIS: Folhas de papel no tamanho A4: branca, transparente, com desenhos,
fosforescentes, de papel kraft (ou pardo) e de papel de jornal.

INTRODUÇÃO:
(Colocar as folhas em uma pasta opaca. Mostrar as folhas, uma por vez,
sendo a última a folha de jornal.) Enquanto você mostra as folhas, diga o seguinte:
Quando nascemos, somos como folhas de papel, sem qualquer palavra,
ruga, mancha ou furo. Não importa de que tipo nós somos. Todos somos folhas
de papel.

DESENVOLVIMENTO:
(Continuar mostrando a folha de papel de jornal) – Quando Jesus veio à
Terra, Ele também foi uma folha de papel, mas sabia que levaria sobre Si todos
os pecados das pessoas. (Enquanto fala, faça a dobradura na folha.) (Ver no
YouTube – cruz de papel.)

REFLEXÃO:
Somente Jesus poderia nos salvar a fim de que tivéssemos acesso à vida
eterna. (Recortar e desdobrar a cruz.) Foi por isso que Jesus deu a Sua vida
na cruz em nosso favor. Somente temos que crer. Ele nos ama muito. “Por isso
quem crê no Filho tem a vida eterna” (João 3:36).
Nesta semana, estamos recordando o grande amor que Jesus demonstrou
na cruz há mais de dois mil anos. Creia em Jesus, e Ele o salvará!

VALOR: Redenção.




sexta-feira, 18 de março de 2016

Azeitonas deliciosas

REFERÊNCIAS: “Não estou dizendo isso por me sentir abandonado, pois
aprendi a estar satisfeito com o que tenho” (Filipenses 4:11, NTLH; ver também
Jó 39:25).

OBJETIVO: Adquirir domínio próprio.

MATERIAIS: Frasco de azeitonas, caroços de azeitonas.

INTRODUÇÃO:
Todas as sextas-feiras à noite, a família de Bruno jantava sanduíches. A mamãe
colocava algumas azeitonas em cada prato. Bruno gostava muito de azeitonas
e sempre queria mais, mas a mamãe lhe dizia que ele já tinha o suficiente.

DESENVOLVIMENTO:
A família passou um lindo sábado. No domingo de manhã, a mamãe foi a
cada quarto para pegar a roupa de cama para lavá-las. Ela ficou surpresa, pois
a cama de Bruno já estava arrumada. Mesmo assim, ela tinha de desarrumá-la
para lavar os lençóis, mas Bruno tentou impedi-la. A mamãe ficou ainda mais
curiosa e quis descobrir o motivo. Ao retirar a colcha da cama, descobriu sob
o travesseiro caroços de azeitonas, pedaços de pão e bolachinhas. Bruno ficou
envergonhado.

REFLEXÃO:
Como fazer para resistirmos a algo de que gostamos muito, mas que
pode nos fazer mal? O rei Salomão escreveu sobre os gafanhotos, que não
importa se alguém lhes diz não, eles avançam. Porém, nós somos mais inteligentes
que os insetos e podemos aprender a ter domínio próprio para
gozar de mais saúde. Paulo disse a seus amigos: “Digo isto, não por causa
da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação”
(Filipenses 4:11, NTLH).

VALOR: Domínio próprio


sexta-feira, 11 de março de 2016

Com a força de um boi

REFERÊNCIAS: “Quem não põe um animal para puxar o arado colhe bem pouco,
mas aquele que põe colhe muito” (Provérbios 14:4, NTLH).

OBJETIVO: Aprender a ter consideração.

MATERIAIS: Macarrão, farinha, grãos de trigo ou espiga (se possível), abóbora,
cebola, torta ou figura, prato para mostrar os alimentos.

INTRODUÇÃO:
Quantos gostam de comer macarrão? (Mostrar e colocá-lo no prato. Em
seguida, guarde-o. Fazer o mesmo com cada pergunta.) Quantos de vocês gostam
de trigo? Vocês sabiam que do trigo primeiro se faz a farinha para então
fazer o macarrão? Quantos de vocês gostam de cebola? E de abóbora? E de
torta? Vocês sabiam que muitas tortas são feitas com abóbora e cebola?

DESENVOLVIMENTO:
Muitas vezes, a mamãe prepara uma comida nutritiva e nós não queremos
comê-la, apenas porque não gostamos. Porém, nossa mãe preparou um alimento
para nos fazer bem.

REFLEXÃO:
O rei Salomão observou que os agricultores semeavam as sementes enquanto
caminhavam. Então, observou que se os semeadores usavam a força
dos bois para semear o trigo, a colheita era abundante. O que será que os
agricultores pensaram quando o rei lhes disse para mudar a forma de semear?
Creio que gostaram da ideia. Hoje, quando vocês forem almoçar, lembrem-se
de ter consideração e de comer todos os alimentos preparados pela mamãe
com tanto carinho para vocês. “Quem não põe um animal para puxar o arado
colhe bem pouco, mas aquele que põe colhe muito” (Provérbios 14:4, NTLH).

VALORES: Consideração, respeito.




sexta-feira, 4 de março de 2016

E minha roupa?

REFERÊNCIAS: “Darei forças ao meu povo, e pelo meu poder eles viverão. Eu,
o Senhor, falei” (Zacarias 10:12; ver também Jó 39:19-25).

OBJETIVO: Crescer com a força do Céu.

MATERIAIS: Cesta, bacia ou balde com broches. Imagens de cavalos.

INTRODUÇÃO:
Francisco estava parado diante da máquina de lavar roupas, esperando que
sua roupa fosse lavada. Fazia tempo que sua mãe lhe dizia: “Quando você vai
tirar esta roupa? Ela está muito suja!” Nesse exato momento, a mamãe passou
pela lavanderia, viu o filho ali parado e lhe disse:
– Assim que a máquina terminar de lavar a roupa, tenho de pendurá-las
para secar.
– Mas você não ia apenas lavar a roupa? Eu não me importo de que ela esteja
úmida. Eu preciso dessa roupa, pois tenho que fazer coisas muito importantes.
Então, a mamãe pegou um livro na estante, sentou-se com o filho e lhe mostrou
figuras de diferentes cavalos.

DESENVOLVIMENTO:
– Francisco, você gosta de cavalos, não é mesmo? —a mamãe perguntou.
– Sim, muito — ele respondeu.
Embora não sejam animais muito grandes, eles têm muita força. Às vezes,
nós os vemos passando tristemente pela rua, presos a uma carroça carregada.
Eles também são muito velozes quando vivem soltos no campo. Na antiguidade,
os cavalos levavam os guerreiros, sem temerem as espadas, o fogo e os gritos
das pessoas. Mas alguma vez você viu algum cavalo vestindo uma fantasia
para ter mais força?
– Não…, eu nunca vi.
Então, quem é que dá força aos cavalos? (Espere pela resposta das crianças.)

REFLEXÃO:
Deus é assim. Ele dá força aos cavalos e pode dar a você toda a força necessária.
Você somente precisa pedir. Em Zacarias 10:12, lemos: “Darei forças ao
meu povo, e pelo meu poder eles viverão. Eu, o Senhor, falei”.

VALOR: Fortaleza.