sexta-feira, 29 de maio de 2009

Adoração Infantil!



Baseado no Relato da lamentação de Jesus sobre Jerusalém – Mateus 23:37-39
(Se você puder; leve um pintinho ou uma galinha com pintinhos, ou uma figura deles)
Você já passou a mão numa galinha? Já teve alguns pintinhos em suas mãos?
Podemos chamar de Carijó a grande, elegante e bonita galinha vermelha. Ela botara vários ovos no seu ninho de palha macia. Agora já fazia dias que dona Carijó só deixava o ninho por poucos minutos, e isso só acontecia quando ela ia comer sua ração de milho e beber água.
Depois de vinte e um dias só cuidando se seus ovos, a galinha Carijó ficou muito feliz  quando viu seus ovinhos sendo quebrados de dentro para fora. Eram seus pintinhos que estavam saindo do ovo.
Quando o ultimo pintinho nasceu, Carijó levou-os bem pertinho de si para um canto seco do galinheiro onde havia muita palha e sabugo de milho onde ela resolveu fazer sua casa.
Durante o dia, a mamãe galinha andava vagarosamente pelo terreiro em busca de milho quebrado e minhocas para seus filhotes. À noite, ela os colocava debaixo de si para que pudessem se aquecer e dormir.
Quando chovia ou ela pressentia algum perigo, com suas patas empurrava seus pintinhos para o abrigo embaixo de suas asas. Jesus sempre observava como esta galinha cuidava bem de seus pintinhos e nunca Se esqueceu disso.
Vocês se lembram que na semana passada, nós ouvimos a história do dia em que Jesus foi aclamado Rei por uma grande multidão? Enquanto todos estavam felizes imaginando como seria bom ter Jesus como Rei para cuidar deles, Jesus começou a chorar.
Ele chorava e chorava... Então os homens e as mulheres, e até as crianças pararam de cantar e andar e se aproximaram de Jesus para saber o que estava acontecendo.
Eles viram que Jesus olhava para a grande cidade Jerusalém, a capital do país e chorava. Ele disse: - “Jerusalém, Jerusalém. Quantas vezes eu quis proteger você como a mãe galinha protege os seus filhotes, mas você não quis...””
Agora as pessoas entenderam porque Jesus estava chorando. Muitas se lembraram que, quando uma cobra ou uma raposa ataca um galinheiro, as mães galinhas, colocam rápidamente seus filhotes entre suas patas e abrem bem suas asas para protegê-los dos animais. Entretanto, às vezes, algum pintinho pode se recusar a ficar no abrigo. Às vezes, um ou mais pintinhos fogem da proteção das asas de sua mãe e acabam sendo devorados.
Jesus estava triste porque sabia que muitos moradores da cidade de Jerusalém iriam gritar exigindo a Sua morte. Ele viera para salvá-los do inimigo Satanás, mas eles iriam escolher estar longe dos cuidados de Deus.
Da próxima vez em que você encontrar uma galinha e seus pintinhos, lembre-se que estamos seguros do inimigo, pertinho de Jesus.
Vamos orar pedindo a Jesus que faça com que sintamos o desejo de estar sempre junto dEle, a fim de que não venhamos a correr qualquer perigo.
Finalmente, quando a arca ficou pronta, Noé convidou a todos os habitantes do mundo a entrarem na arca para não morrerem afogados. E sabem o que aconteceu, crianças? Ninguém quis entrar na arca.
Noé deve ter ficado muito desanimado depois de tanto trabalho! Então aconteceu uma coisa estranha e engraçada. De todos os lados foram aparecendo animais, como num grande desfile; enfileirados de dois em dois, eles foram entrando na arca.
As pessoas ficaram primeiramente assustadas. Mas depois, riram e gargalharam achando que Noé queria montar um zoológico na arca! Mas Noé sabia que era em obediência a Deus que esses animais estavam indo para a arca. Eles preferiam obedecer.
Imaginem, girafas, elefantes, leões, onças, tigres, rinocerontes, hipopótamos, macacos, cobras, veados, ovelhas, lobos, raposas, vacas, bois, camelos, cães, gatos, e tantos outros.
Depois que os animais entraram, Deus fechou a porta da arca. Agora ninguém mais poderia entra. Continuavam Zombando de Noé e da bicharada por uma semana. Depois começou a ventar, a relampaguear, a trovejar a chuva começou a cair. As águas inundaram e cobriram toda a terra.
Só se salvaram os que estavam dentro da arca. Aqueles que escolheram obedecer a Deus: Noé, sua esposa, seus três filhos com suas esposas e... os animais.
Viram só como até os animais são obedientes a Deus? Vale a pena obedecer!
Vamos ser obedientes como Noé,sua família e seus animais? Então, agora cantemos a música de Noé.
Cantar, Pam, pam, pam. Na segunda vez eles devem ir “marchando”em direção aos seus lugares, imitando os animais com as máscaras no rosto.

 

Um comentário:

  1. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

    ResponderExcluir