quinta-feira, 18 de maio de 2017

Um bom menino rei

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e mesmo quando for velho, não
se desviará dele.” Provérbios, 22:6

OBJETIVO: Honrar a Deus o tempo todo.

RECURSOS UTILIZADOS: Personagem rei menino, pergaminho, Bíblia, bambu fino ou uma varinha dentro de um cano de PVC (no cano escrever “Lei de Deus”, ele representa a proteção).

INTRODUÇÃO: O povo de Deus havia se afastado mais uma vez de Deus. E cabia a seu líder trazê-
-los novamente para perto de Deus.

HISTÓRIA (2 Reis capítulos 22 e 23): Josias foi rei quando tinha apenas oito anos de idade. A
Bíblia diz que ele sempre fazia o que era correto aos olhos do Senhor. Quando ainda muito jovem, ele
obrigou que tirassem de toda a Judéia e de Jerusalém os altares e outros objetos que representavam
outros deuses, outra crença que não fosse a verdadeira. Também era necessário fazer reformas no
templo. Josias pediu dinheiro ao povo, que contribuiu voluntariamente. Compraram madeira e pedra,
mas algo muito interessante aconteceu durante a reforma do templo. O sumo sacerdote estava guardando
o dinheiro dentro da arca, e ao esvaziá-la, encontrou um pergaminho, onde estava escrita a Lei
do Senhor, dada a Moisés, e que há muito tempo, estava desaparecida.
Quando Josias ouviu o que estava escrito ali, ficou muito perturbado ao perceber até que ponto o
comportamento do povo estava longe do que Deus desejava. A Lei de Deus devia ser transmitida de
boca em boca, pois não havia Bíblia. Por mais que os profetas tentassem, o povo não obedecia às leis
divinas.
Então, Josias se humilhou e orou diante de Deus, arrependido por não fazerem a Sua vontade.
Deus aceitou a oração de Josias.
Josias convocou todo o povo, leu para eles o que estava escrito, prometeu publicamente obedecer
aos mandamentos e pediu para que o povo também o fizesse.
A Bíblia diz que nunca houve, antes ou depois, um rei como Josias, que fosse tão fiel ao Senhor,
com todo o coração, alma e força! Ele reinou por trinta e um anos.

APELO: Por que acertar parece tão difícil? Amigos, esse cano aqui (mostrar o cano) representa a Lei
de Deus, e nós estamos aqui dentro, sem ela somos muitos frágeis, fáceis de quebrar. Quem quer ser
protegido pela Lei de Deus?






sexta-feira, 12 de maio de 2017

Uma visita ilustre

A rainha de Sabá soube da fama que Salomão tinha alcançado, graças ao nome do Senhor, e foi a
Jerusalém para pô-lo à prova com perguntas difíceis”. 1 Reis 10:1

OBJETIVO: Compreender a importância de testemunhar de Deus.

RECURSOS UTILIZADOS: Objetos que representem riqueza, mapa mostrando a distância entre o
Sul da Arábia e Jerusalém.

INTRODUÇÃO: Após a morte de Davi, seu filho Salomão ocupou o trono. Ele era um rei muito sábio
e generoso. Despertando assim a curiosidade de outros reis.

HISTÓRIA (1 Reis 10:1-13): A fama da riqueza e sabedoria de Salomão se espalhou, despertando
muita curiosidade. Por isso, era frequente ele receber visitas de reis de outras terras. Propunham-lhe
negócios e levavam presentes muito valiosos, que contribuíram para que ele se tornasse ainda mais
rico, o mais rico e mais sábio de todos os reis da Terra. Para você ter uma ideia da sua riqueza, ele possuía
1.400 carros e 12 mil cavalos. Seu trono era de marfim, revestido de ouro fino.
Certa ocasião, entre os visitantes famosos, Salomão recebeu a visita da rainha de Sabá, que viajou
do Sul da Arábia até Jerusalém, com grande comitiva de camelos carregados de riquezas. Ao ver a
sabedoria e a riqueza de Salomão, o palácio, os alimentos que eram servidos, os aposentos dos seus
servos, os uniformes dos seus oficiais, ela exclamou com admiração: “o que me contaram do seu país
não corresponde sequer metade do que estou vendo aqui. Seu povo é feliz, os trabalhadores satisfeitos.
Bendito o Senhor, seu Deus, que o escolheu e o colocou no trono. Ele deve amar muito esse
povo, pois escolheu um rei justo e bom.” Ela deu a Salomão mais de quatro toneladas de ouro, muitos
perfumes e pedras preciosas.
Em troca, o rei deu-lhe tudo o que ela pediu, assim como alguns presentes pessoais.
E ela regressou ao seu país com a lembrança de um rei abençoado pelo Deus do céu.

APELO: Todos os dias, nós mostramos às pessoas quem somos. Na escola, em casa, no shopping, no
parquinho... será que estamos representando bem o nosso Deus? Salomão deu um bom testemunho
sobre a benção do Senhor na vida dele. Quem deseja contar aos outros sobres as bênçãos do Senhor
na sua vida?






quinta-feira, 4 de maio de 2017

Um rei humilde

“Agora, pois, ó Senhor Deus, Tu mesmo és Deus, e as Tuas palavras são verdade, e tens
prometido a Teu servo este bem.” 2 Samuel 7:28

OBJETIVO: Reconhecer a soberania de Deus.

RECURSOS UTILIZADOS: Coroa de rei, roupas dos tempos bíblicos, em cabide (representando o
profeta Natã).

INTRODUÇÃO: Alguma vez, um de vocês pediu algo aos seus pais, como: um presente, um passeio...
e no dia combinado, recebeu algo muito melhor? Aconteceu isso com um poderoso rei.

HISTÓRIA (2 Samuel 7:1-29): Davi foi viver num lindo palácio, na cidade de Jerusalém. Aparentemente,
tinha tudo para se sentir feliz, mas havia algo que o preocupava muito.
Certo dia, ele falou ao profeta Natã que não se sentia bem vivendo num palácio, enquanto a arca
do concerto (que representava a presença de Deus) permanecia em uma tenda.
Ele desejava construir um templo que fosse melhor que seu palácio; um lugar em que Deus pudesse
ser adorado com dignidade.
Então, através de Natã, Deus enviou uma mensagem muito importante para o rei Davi. A mensagem
era a seguinte: “não será você quem construirá um templo para que Eu habite nele. Tirei você
das pastagens, dos rebanhos, para fazer de você o chefe do Meu povo, Israel. Dei a você uma vida
tranquila, livrando-o dos seus inimigos. Quando sua vida chegar ao fim, colocarei um dos seus filhos
como rei. Ele é quem construirá Meu templo.”
Quando ouviu essa mensagem, Davi ficou muito emocionado, entrou no tabernáculo, inclinou-se
humildemente e fez esta lindíssima oração de agradecimento:
“Ó Senhor Deus, quem sou eu e quem é minha família para que tenhas feito chagar até aqui?
Fizeste promessas sobre o futuro da dinastia do Teu servo. E que mais poderia eu dizer, Senhor, se Tu
conheces tão bem este Teu servo? Tu, Senhor és o Deus verdadeiro. As Tuas palavras são verdadeiras
e, por isso, fizeste ao Teu servo essa promessa que o torna tão feliz. Digna-Te, pois, abençoar a minha
dinastia para que esteja sempre debaixo da Tua proteção.”

APELO: Que exemplo de humildade nós encontramos no rei Davi! Ele poderia ter ficado chateado
com o Senhor, mas reconheceu a soberania dEle, e seu coração se encheu de alegria e gratidão a Deus
pela bênção recebida. Quer você hoje ser humilde também e reconhecer que o nosso Deus sabe o
que é melhor para sua vida?



sexta-feira, 28 de abril de 2017

Ao doar, adoro a Deus

“Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à
prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre
vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las”. Malaquias 3:10

OBJETIVO: Entender que ofertar também é adoração.

RECURSOS UTILIZADOS: Moedas, dinheiro, gravura do Templo e de uma igreja atual, objetos de valor.

INTRODUÇÃO: Crianças, quando vocês gostam de um brinquedo na loja, como vocês fazem para
tê-lo? Vão à loja e pegam o que querem? Claro que não. É preciso ter dinheiro para comprar. Tudo o
que temos: roupas, livros, brinquedos, alimentos... é preciso pagar por essas coisas. A casa de Deus, o
lugar de adoração, também precisa de recursos para se manter. A Bíblia nos conta uma história muito
bonita, que demonstra que ofertar faz parte da adoração a Deus.

HISTÓRIA (Êxodo 35:20-29): Moisés desceu do monte depois de ter passado mais 40 dias lá. Ele
trazia novas tábuas com os Dez Mandamentos escritos, pois as primeiras foram quebradas.
Dessa vez, o povo estava muito diferente e preparava-se para construir o santuário. Antes, porém,
Moisés pediu que trouxessem ao Senhor uma oferta voluntária em ouro, prata, bronze, joias, linho
fino, peles, madeira de acácia, azeite e outros materiais.
Moisés sabia que eles possuíam tudo isso, porque haviam trazido muitas riquezas dos egípcios.
Disse-lhes que deveriam trazer esses objetos de forma espontânea.
Todos se dirigiram a suas tendas e, ao voltarem, fizeram longas filas. A Bíblia diz que vieram homens
e mulheres, todos os que colocaram no coração esse propósito, e trouxeram ofertas de ouro, pedras
preciosas, joias, tecidos finos, peles de animais tingidas, prata, bronze e madeira de acácia suficiente
para a construção. E assim conseguiu tudo o que era necessário para o tabernáculo, segundo as instruções
de Deus.
Depois, Moisés anunciou quem iria dirigir a obra. Esse homem era chamado de Bezalel e era neto
de Hur, da tribo de Judá.
Diz a Bíblia que o Espírito de Deus o encheu de habilidade, inteligência e conhecimento. Ele se
tornou um ótimo artesão e desenhista, e também ensinou outros a trabalhar em peças de ouro, prata,
bronze, madeira e pedra.
Aquelas pessoas tinham muito a agradecer a Deus, pois haviam sido libertas da escravidão, guiadas
pelo Senhor em toda a viagem e agora tinham a oportunidade de participar da adoração ao Senhor
com seus bens.

APELO: Queridas crianças, a adoração a Deus consiste em um conjunto de ações: ler a Bíblia, orar,
cantar, participar dos cultos... e também de doar parte do que o Senhor nos tem dado. Mesmo assim,
ainda é muito pouco, diante de tantas bênçãos recebidas a cada momento. Quer você hoje ser um
doador também?




quinta-feira, 20 de abril de 2017

O código do Amor

“A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma, o testemunho do Senhor é fiel, e
dá sabedoria aos simples.” Salmos 19:7

OBJETIVO: Compreender que a Lei de Deus reflete o caráter dEle.

RECURSOS UTILIZADOS: Espelho, papel grande (tipo cartão) com escrita ou gravuras, representando os Dez Mandamentos, cartões de regras (trânsito, limite peso, limite de altura...)

INTRODUÇÃO: O que vocês acham que são regras? A impressão que temos é que as regras são
ruins; não pode isso, não pode aquilo... mas você já parou para pensar que as regras podem salvar
nossas vidas? O que vocês acham, por exemplo, que aconteceria se não tivéssemos sinais de trânsito?
Deus Se preocupa tanto conosco que nos deixou algumas regras para que possamos viver melhor.

HISTÓRIA (Êxodo 20:1-17): Os israelitas chegaram à região do Sinai três meses depois daquela
noite em que saíram do Egito. O povo havia aprendido muitas coisas diferentes das que o Senhor lhes
ensinara. Agora, estavam indo para a direção oposta do seu destino. Mas Deus estava agindo assim
porque amava aquele povo e queria salvá-lo.
Deus estava preparando aquele povo com o objetivo de dar a conhecer o mundo, o plano da salvação
e revelar o Seu grande amor por eles.
Mas, para falarem aos outros sobre Deus, eles próprios tinham que saber distinguir entre o bem e
o mal, e escolher sempre o certo.
Então, Deus arquitetou um plano para passar o conhecimento de Sua vontade ao povo. Pediu a
Moisés que preparasse o povo, que se purificasse, e “Ao terceiro dia, o Senhor descerá sobre o Sinai,
diante de todo o povo”.
Foi muito grande a agitação no acampamento. Quando amanheceu o terceiro dia, o Sinai estava
envolto em uma nuvem ardente; tremia e fumegava como se houvesse um vulcão ali.
De repente, por entre o fogo e a fumaça, ouviu-se uma voz admirável, profunda e melodiosa – a
voz de Deus – que disse: “Eu sou o Senhor, teu Deus, que te fez sair do Egito, da terra da escravidão”.
Depois Deus lhes apresentou os Dez Mandamentos:
I. Não terás outros deuses diante de Mim.
II. Não farás para ti imagem de escultura.
III. Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus, em vão.
IV. Lembra-te do dia de sábado para o santificar.
V. Honra teu pai e tua mãe.
VI. Não matarás.
VII. Não adulterarás.
VIII. Não furtarás.
IX. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
X. Não cobiçarás a casa do teu próximo.
Foi por nos amar que o Senhor deixou a Sua Lei como um espelho para nos guiar no caminho certo.

APELO: Queridos, para obedecermos é preciso amar ao Senhor. Quando O amarmos mais do que
qualquer outra coisa, faremos a vontade dEle. Quer você hoje amá-Lo?



sexta-feira, 14 de abril de 2017