sexta-feira, 14 de julho de 2017

A menina cativa e missionária


“Sirvam uns aos outros... (com) amor.” Gálatas 5:13

OBJETIVO: Saber que servimos a Deus com nossos atos e palavras.

RECURSOS UTILIZADOS: Utensílios de casa (bacia, vassoura, pano...), gravuras da história pendurada em varal.

INTRODUÇÃO: Vamos falar hoje de uma menina que não tem seu nome citado na Bíblia, no
entanto, seus atos a identificam como uma menina especial.

HISTÓRIA (2 Reis 5:1-19): A Bíblia nos conta de uma menina escrava ou cativa, que foi morar na
casa do capitão Naamã. Ela gostava muito de trabalhar, era alegre e gentil. E a esposa do capitão a
apreciava muito.
Certo dia, a menina viu a esposa do capitão chorando bastante e quis consolá-la. A senhora lhe
disse que o capitão estava muito doente; ele estava leproso e naquele tempo, a lepra era uma doença
terrível, que não tinha cura. Por isso, a esposa de Naamã estava muito, muito triste. Então, a menina
resolveu ajudá-la e disse:
- Se o meu senhor procurasse o profeta que está em Samaria, ele iria curá-lo da lepra.
No mesmo instante, aquela senhora enxugou as lágrimas e perguntou o seguinte:
- O que você está dizendo, menina? Então, a pequena escrava aproximou-se daquela mulher desconsolada
e contou-lhe tudo a respeito do profeta Eliseu. Disse que ele morava na terra de Israel e
explicou que o Deus do Céu realizava milagres, por meio desse profeta.
A menina aproveitou a oportunidade para contar também tudo o que seus pais lhe ensinaram
sobre o verdadeiro Deus. E a sua senhora ficou impressionada e cheia de esperança ao ouvir aquelas
palavras de ânimo e acreditou em tudo o que ouviu.
Assim que o capitão chegou à casa, aquela senhora falou a ele tudo o que a menina dissera. E interessante
é que ele também creu na história e no mesmo instante, decidiu ir até o rei pedir permissão
e viajar a fim de visitar o profeta. E sabem qual o único remédio que o profeta passou para aquele
comandante ficar curado? Alguém sabe? (esperar que respondam).
Sim, o profeta pediu que ele mergulhasse sete vezes no rio Jordão. E Naamã achou essa receita
muito estranha e não queria obedecer, porque achava que na sua terra havia rios bem melhores que
o rio Jordão. Mas depois, ele decidiu mergulhar e fez exatamente o que o profeta ordenara. E assim,
aquele comandante voltou completamente curado. E a casa foi grandemente abençoada com a presença da menina cativa.

APELO: Todos nós podemos ajudar outras pessoas a servir a Deus em qualquer lugar que estivermos.
Dessa maneira, estaremos honrando o Seu nome e mostrando às pessoas quem é o Deus verdadeiro.
Quem aceita hoje ser um missionário de Jesus?








Nenhum comentário:

Postar um comentário